Tratamento de Celulite

celulite

A celulite, também conhecida como lipodistrofia ginóide, é caracterizada pela presença de depósitos de gordura sob a pele e afeta cerca de 95% das mulheres após a puberdade. Além disso, é uma alteração complexa que afeta os vasos, o tecido gorduroso e conjuntivo. Assim provoca caroços e depressões em áreas como, por exemplo, coxas, pernas e nádegas.

 

A celulite tende a ocorrer nas áreas em que a gordura está sob a influência do estrógeno (hormônio feminino) como, por exemplo, nos quadris, coxas e nádegas, parte inferior do abdômen e braços.

 

No entanto, a causa da celulite não é plenamente conhecida. Existem inúmeras suposições, mas sabe-se que a obesidade não é condição necessária para a sua existência, pois há mulheres magras com celulite.

 

Vários fatores interferem na sua formação:

Hereditariedade

 

A hereditariedade também é tida como um fator importante para o surgimento da celulite. Assim como os fatores genéticos, a etnia, biotipo corporal e distribuição de gordura. Mulheres mais curvilíneas, como as latinas, tendem a ter mais celulite que as eslavas, de corpo reto e pernas longas. As “covinhas” da celulite ocorrem devido à saliência da gordura na pele levando a formação de ondulações, retrações e nódulos. Dessa forma, confere à pele o indesejado aspecto em “casca de laranja”.

Hormônios

 

Existem vários fatores que podem estar relacionados ao surgimento da celulite, sobretudo a influência dos hormônios femininos. Além disso, a pílula anticoncepcional pode desencadear o problema, pois adiciona mais uma dose de hormônios circulando em seu organismo.

 

Os estrógenos e a progesterona (hormônios femininos) favorecem a retenção hídrica e, assim, estimulam o crescimento da célula adiposa. Eles agem em receptores específicos, principalmente nas áreas de mudança corporal na puberdade, como nádegas e coxas. Por isso, doenças com desequilíbrios hormonais ou medicamentos como, por exemplo, o corticoide, tendem a piorar o quadro da celulite.

Alimentação

 

Alimentos com alto índice glicêmico e gordurosos pioram a celulite, pois facilitam o crescimento das células gordurosas.

 

Além disso, o estilo de vida relacionado à má alimentação (excesso de açúcares e carboidratos), o sedentarismo, a tensão emocional e o excesso de toxinas no organismo contribuem para o aparecimento da celulite.

Hábitos

 

– Vida sedentária: quanto menor for a atividade física, menor será a ativação da circulação sanguínea e da drenagem normal da pele. Portanto o exercício físico é importante também na queima de calorias.

 

– Tabagismo: é sabido que o cigarro prejudica a circulação sanguínea e piora a celulite.

Classificação da celulite

 

Quanto à sua classificação, a celulite pode ser dividida em graus, de acordo com sua gravidade, através de uma escala (“cellulite severity scale”).

 

É exatamente através desta classificação que poderemos direcionar o tratamento mais adequado para cada condição.

 

Veja também:

 

Essa classificação avalia as principais características clínicas da celulite, sendo elas:

 

  • Número e profundidade de depressões;
  • Aspecto das áreas elevadas da celulite;
  • Presença de lesões elevadas;
  • Presença de flacidez; 

 

O tratamento da celulite deve ser encarado como uma mudança no estilo de vida, mantendo hábitos saudáveis. A alimentação deve ser equilibrada, abusando de frutas, verduras, alimentos não muito calóricos, pouca gordura e pouco carboidrato. Vários tratamentos podem ser utilizados, em geral, em associação, para se obter melhores resultados:

Tratamento tópico de celulite

 

Cremes e óleos ativadores da circulação e da lipólise.

 

Várias substâncias podem ser usadas na intenção de ativar a quebra de gordura e melhorar a circulação sanguínea local. Devem conter liporedutores, substâncias que vão tentar agir em algum ponto da celulite; muitos cremes têm sido sugeridos com pouca evidência científica.

Dieta

 

Uma dieta balanceada e bem orientada pode melhorar o aspecto da celulite pela redução da gordura.

Drenagem linfática e Massagem modeladora Corporal

 

Massagem suave que acompanha a cadeia dos gânglios para amenizar a retenção líquida. É feita delicadamente, fazendo-se pressão no trajeto dos vasos linfáticos.

 

As principais finalidades da massagem modeladora são ativar o metabolismo local, aumentando a circulação sanguínea, o que dá a impressão de estar com o corpo mais rígido logo após o procedimento. Esse efeito também ajuda a reduzir a celulite no local, apenas se ela for leve ou moderada. Porém, não se pode dizer que ela é capaz de quebrar gorduras, já que é impossível fazer isso com as mãos.

Infravermelho

 

A luz infravermelha através do aquecimento provocado, leva ao remodelamento do colágeno, já que sua ação ocorre principalmente a nível dérmico, que é a segunda camada da pele. Esse aquecimento causa o chamado “skintightening”, ou seja uma pele mais firme e “colada”, através de dois mecanismos.

 

A aplicação do infravermelho é um procedimento não invasivo e indolor. Durante a aplicação o paciente sente apenas um leve aquecimento no local, ficando a pele discretamente rosada por alguns minutos. O paciente poderá retornar às suas atividades normais imediatamente após o procedimento.

 

Os resultados surgem gradualmente e a produção de colágeno permanece por até 6 a 9 meses após o término das sessões.

 

É um tratamento seguro e eficaz para todos os tipos de pele, podendo ser realizado com segurança durante o verão e até em pacientes bronzeados.

 

Graças à associação de várias tecnologias em uma única ponteira, é possível reduzir medidas, tratar a flacidez e a celulite.

Subincision

 

É uma técnica cirúrgica feita em consultório e utilizada para corrigir alterações do relevo da pele, em especial nos casos de celulite de grau avançado, que formam uma depressão na pele. Nesta técnica rompem-se os septos fibrosos, divisões fibrosas entre os compartimentos de gordura, que puxam a superfície da pele para baixo. Uma agulha bisturizada é introduzida sob a pele por meio de pequenas incisões, e é manipulada em movimentos de vai-e-vem ou movimentos circulares, rompendo o tecido fibroso (muitas vezes é possível escutar o rompimento dos septos) e seccionando vasos sanguíneos presentes junto aos septos, resultando na formação de hematomas. Esses hematomas estimulam a formação de um novo tecido conjuntivo, que vai atuar preenchendo o local tratado e redistribuindo a gordura, as forças de tração e a tensão.

Tratamento de celulite com Bioestimuladores

 

Dentre os procedimentos mais modernos e avançados estão às aplicações de bioestimuladores. São substâncias que atuam estimulando o organismo a produzir e renovar o colágeno, devolvendo a firmeza da pele.

 

Uma das vantagens dos bioestimuladores é a facilidade com que podem ser aplicados. As sessões são feitas no próprio consultório do dermatologista, e utilizam-se apenas anestésicos tópicos. O paciente pode voltar às atividades normais logo após a aplicação.

 

Dentre os bioestimuladores temos o ácido polilático injetável e as microesferas de hidroxiapatita de cálcio, que promovem o tratamento da celulite e da flacidez corporal. Os benefícios desse tratamento são vários, dentre eles a biocompatibilidade com a pele, o que evita reações alérgicas.

 

Pode ser utilizado em qualquer área da pele, mas é aplicado na maioria das vezes nos braços, glúteos e coxas.

 

Em geral realizamos associações desses tratamentos com exercícios físicos e dieta adequada, que, sem dúvida, são importantes para saúde geral.

 

É preciso ressaltar que nenhum tratamento para celulite e flacidez funciona sem alterações nos hábitos alimentares e no modo de vida,não esquecendo de evitar o tabagismo.Concluindo, o tratamento da celulite além de muito difícil precisa ser realizado com a combinação de tratamentos e grande adesão do paciente à mudança de hábitos e de estilo de vida.

WhatsApp chat