Rejuvenescimento Íntimo

rejuvenescimento intimo

O rejuvenescimento íntimo a laser é um método revolucionário que promove a melhoria da saúde da mulher na fase da pós-menopausa. Por isso, atua com precisão, segurança e eficácia no tratamento da atrofia vulvovaginal, do ressecamento vaginal e no combate à incontinência urinária.

 

O que é atrofia vulvovaginal?

 

O ressecamento vaginal é uma complicação comum que afeta quase 50% das mulheres na pós-menopausa. Isto Além disso, há redução do colágeno e afinamento do epitélio, alteração das células musculares, bem como diminuição da irrigação sanguínea e alteração da inervação. Estas alterações resultam numa diminuição da flexibilidade da parede vaginal, redução do fluxo sanguíneo vaginal e alteração da sensibilidade.

 

Os sintomas mais comuns são secura vaginal, dor durante a relação sexual, prurido (coceira) genital, dor e ardor. Além disso, também pode haver sintomas urinários como, por exemplo, aumento do risco de infecção urinária, ardor ao urinar e incontinência (perda de urina).

 

Por consequência desta condição, observa-se menor qualidade de vida sexual, principalmente relacionada à dor e ao desconforto vaginal durante a relação. Assim, mulheres com estes sintomas possuem desconforto perante o parceiro e diminuição no desejo sexual. Observam-se casos em que os sintomas urinários, sobretudo a incontinência, podem levar a situações desagradáveis durante o ato sexual.

Quais os tratamentos para o ressecamento vaginal?

 

Existem os tratamentos não hormonais e os hormonais. O primeiro refere-se ao uso de creme ou lubrificantes vaginais. Apesar de apresentarem alívio para a paciente, principalmente no momento do ato sexual, eles possuem pouca eficácia no médio e longo prazo. Isso porque não agem na causa do problema, que é a diminuição hormonal. Observa-se, entretanto, baixa aderência das pacientes ao uso desta terapia. Dessa forma, acredita-se que isso ocorra devido à complexidade do seu uso. A utilização do creme deve ser feita em torno de 3 vezes por semana, mas essa disciplina não costuma ocorrer no médio e longo prazo.

 

Veja também:

 

O tratamento hormonal, por sua vez, refere-se ao uso da terapia de reposição hormonal de estrogênio por via oral ou percutânea.

 

A indicação da terapia de reposição hormonal por via oral ou percutânea tem considerações específicas e, então, deve ser individualizada para cada paciente. Mulheres com histórico prévio de câncer de mama devem ter cautela quanto a essa terapia.

 

No entanto, neste cenário de tratamento para a atrofia vaginal aparece uma nova opção, que é o rejuvenescimento intimo a laser. Trata-se de uma tecnologia eficaz e segura para aplicação em mucosa com resultados duradouros.

 

Portanto, as vantagens do tratamento a laser seriam a ação terapêutica apenas na vagina, podendo ser utilizada para mulheres com contraindicação ao uso do estrogênio. Além disso, a realização de apenas 3 sessões de 15 minutos a cada 30 dias propicia uma resposta duradoura de 12 meses.

Quais os benefícios do rejuvenescimento íntimo a laser?

 

Os principais benefícios notados do rejuvenescimento intimo a laser são: melhora na qualidade de vida sexual, diminuição da dor durante a penetração vaginal, melhora do prazer durante a relação e maior lubrificação vaginal na relação sexual.

Qual o mecanismo e ação do laser no tratamento da atrofia genital?

 

O tipo de laser utilizado é o Erbio: itrio-aluminio-granada (Er:YAG), que tem alta afinidade por água. O laser promove melhor irrigação e maior aporte de nutrientes para a região da parede vaginal. Dessa forma, a mucosa vaginal torna-se mais irrigada, lubrificada e menos atrófica. Assim como promove um fortalecimento da musculatura da região, melhorando a incontinência urinária leve.

 

São necessárias pelo menos 3 sessões com intervalo de 30 dias. A paciente é orientada a realizar aplicações vaginais com creme de estrogênio tópico uma semana antes do procedimento para hidratar a mucosa vaginal e permitir melhor ação do laser.

O procedimento é dolorido?

 

O tratamento é tranquilo e praticamente indolor. A paciente é orientada a chegar ao consultório 30 minutos antes do procedimento para a aplicação de creme anestésico tópico local. O procedimento é indolor.

 

Recomenda-se repetir as sessões anualmente.

WhatsApp chat