Amigdalite

As amígdalas palatinas ou tonsilas palatinas são estruturas compostas por tecido linfóide ou seja um tipo de tecido que participa do mecanismo de defesa de nosso organismo.

 

Localizadas no fundo da boca junto as paredes laterais da mesma são parte de uma estrutura de defesa mais ampla chamada de Anel linfático de Waldayer que é um conjunto de tecido linfoide do qual também fazem parte a tonsila faríngea (conhecida como Adenóide) e a tonsila ou amígdala lingual. Este grupo de estruturas é a primeira linha de defesa dos nossos sistemas digestivo e respiratório, sendo muito desenvolvido na infância e regredindo  ao longo do desenvolvimento para idade adulta.

 

A amigdalite corresponde ao processo inflamatório das amígdalas. Devido a sua proximidade anatômica com a faringe muitas vezes o processo inflamatório de ambas se mostra associado dando origem às faringoamigdalites.

 

As amigdalites podem ser causadas por vírus ou por bactérias. No caso das amigdalites virais, que são os casos mais frequentes, os principais sintomas são dor à deglutição, febre, mal-estar. Com normalmente estes casos são autolimitados, ou seja apresentam resolução espontânea em até 5 dias, o tratamento envolve apenas o uso de medicamentos para o controle e alívio dos sintomas como analgésicos e antitérmicos.

 

Os quadros de amigdalite bacteriana normalmente envolvem sintomas de maior intensidade como febre alta, em alguns casos com temperatura superior a 39C, dor de garganta, formação de placas de pus nas amígdalas e o surgimento de linfonodos aumentados (ou gânglios) na região do pescoço. Nestes casos além dos medicamentos sintomáticos, o uso de antibiotóticos adequados torna-se necessário. Após o início do tratamento o paciente começa a apresentar melhora em 2 a 3 dias.

 

Lembramos que por vezes as amigdalites podem tornar-se crônicas, onde as amígdalas perdem sua função de defesa tornam-se fonte de infecção permanente. Mas também existem os casos onde estas infecções recorrentes podem ter outros fatores desencadeantes que devem ser pesquisados. A cirurgia só indicada em casos específicos de repetição várias vezes ao ano sem outros fatores associados.

WhatsApp chat