Tratamento das Olheiras

As olheiras são uma queixa frequente nos consultórios dermatológicos, já que conferem um visual cansado e envelhecido ao paciente, e, muitas vezes não tem relação com falta de sono.

 

Mas, por que então temos as olheiras?

 

As olheiras podem ter origem genética e são caracterizadas pela congestão de vasos, pigmentos, alteração estrutural (onde os olhos são fundos), flacidez ou bolsa de gordura. Porém, na maioria dos casos, as olheiras são resultado da combinação desses fatores… Vamos esclarecer detalhadamente cada causa específica das olheiras:

 

  • Alteração estrutural: neste caso temos a depressão da goteira lacrimal. A região abaixo dos olhos tem uma espécie de sulco que forma uma sombra. Estes casos tendem a se acentuar com a idade, pela perda da gordura suborbitária que ocorre com o processo de envelhecimento.
  • Vasos superficiais ou telangiectasias (olheira vascular): são olheiras arroxeadas que surgem cedo – às vezes até na infância – normalmente estão relacionadas à predisposição genética e têm excesso de vasos na região embaixo dos olhos. Estresse, noites mal dormidas, cigarro, excesso de bebidas alcoólicas, café e até mesmo o período menstrual pioram o quadro, pois estimulam o fluxo sanguíneo e dilatam os vasos da região.
  • Pigmentar (olheira pigmentar) –neste caso, as olheiras estão associadas ao pigmento que dá cor à pele (melanina). Há concentração de melanina na região das pálpebras inferiores; é mais comum em pessoas depois dos 35 anos. Neste caso a mancha é acastanhada.
  • Bolsas de gordura –neste caso, as olheiras surgem devido à retenção de líquidos ou o acúmulo de gordura nas pálpebras inferiores.

 

E quanto ao tratamento das olheiras?

 

Dependendo da forma clinica das olheiras, podemos ter vários tratamentos individualizados para cada situação.

 

O tratamento a laser ou luz pulsada provoca um clareamento do pigmento e/ ou do componente vascular.

 

Já  o ácido hialurônico é outra opção de tratamento para as olheiras onde este produto tem uma ação de preenchimento, criando uma espécie de  “assoalho” nos casos onde existe uma cavidade na goteira lacrimal (região abaixo dos olhos), reduzindo então este desnível (que gerava uma sombra), com melhora da percepção da olheira. Em algumas situações onde a bolsa de gordura é demasiadamente pronunciada, a solução é o tratamento cirúrgico para a remoção da bolsa.

WhatsApp chat